DORES DE CABEÇA – CEFALÉIA


Todo mundo já passou pelo incômodo de uma dor de cabeça. Mas existem pessoas – e não são poucas – que sofrem com a dor há anos e, por falta de informação ou uso de automedicação, não encontram uma solução para o problema. Aos que sofrem com a dor, especialistas alertam: há tratamentos eficazes e cura para a maioria dos casos de dor de cabeça (cefaléia).
Estima-se a existência de mais de 200 tipos de cefaléia, e, em diversos deles, há predominância pelo sexo feminino, caso da enxaqueca que acomete 17% das mulheres e apenas 6% dos homens.
A diversidade dos tipos de cefaléia, afirma a médica Célia Roesler, da Academia Brasileira de Neurologia, exige um cuidado maior na hora de detectar o problema.
“É preciso procurar um neurologista e fazer um diagnóstico completo. Se a pessoa sofre de cefaléia freqüentemente, tem que começar a anotar a quantidade de vezes em que toma analgésicos, a localização da dor e as circunstâncias em que ela costuma aparecer”, orienta Célia.
Segundo a neurologista Carla Joeux, da Sociedade Brasileira de Cefaléia, a idéia de que a dor de cabeça é um desconforto, que “faz parte da vida” e pode ser curado por um simples analgésico, está “errada” e leva a automedicação irresponsável.
Sem prescrição médica, diz Carla, a maioria das pessoas toma os analgésicos que querem, aumenta a dose do remédio e consome medicações antecipadamente, para evitar uma crise forte de cefaléia.
“Os analgésicos e outras medicações para o alívio da dor podem perpetuar a cefaléia, que, nessas condições, se torna um problema crônico diário”, completa a neurologista.
No caso, da enxaqueca – que é herdada geneticamente e se manifesta por episódios repetidos de dor de cabeça e outros sintomas, como náusea, vômitos e a intolerância à luz – os cuidados com remédios desnecessários devem ser ainda maiores. “Quem sofre de enxaqueca sabe que a dor é horrível. As crises duram de 4 horas a 3 dias, se não tratadas. Por isso, não adianta tomar um analgésico qualquer, indicado no início de uma dor de cabeça mais fraca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: