A ARTE DE FALAR EM PÚBLICO


Segundo pesquisas um dos maiores medos do ser humano é o de falar em público. Muitas pessoas devido ao excesso de timidez e medo de falar em público, perdem varias oportunidades, tanto na vida pessoal quanto na profissional, sendo o ato de falar em público uma necessidade para qualquer pessoa nos dias atuais. Se observarmos grande parte das pessoas de sucesso, em sua maioria são bons comunicadores.

Para se ter uma idéia, basta somar o número de horas gasta mensalmente em entrevistas, palestras, rodadas de negociação e, mesmo, a participação em reuniões. Em todos os casos, o orador defende um ponto de vista, tentando convencer alguém e recebendo uma resposta imediata dos outros envolvidos.

Diante de tantas situações distintas, a maior parte das pessoas acaba se sentindo insegura e com muitas dúvidas sobre a maneira como se comportar nestes casos. Será que as pessoas estão entendendo o que eu estou falando? Como relaxar antes de um discurso evitando ficar nervoso? Qual a melhor maneira de apresentar e ilustrar minhas idéias?A arte de falar bem em público

Antes de começar a falar com seus ouvintes, é necessário que você saiba controlar o medo e a insegurança. Tais sentimentos são freqüentes e atacam quando você menos espera. Contudo, existem alguns meios de minimizá-los.

Vamos partir do princípio de que o medo é inevitável. O que nos resta a fazer é administrá-lo e até fazê-lo trabalhar a nosso favor. O medo pode ser uma vantagem, se considerarmos que ele fará com que você se prepare bem e esteja sempre atento às mais variadas circunstâncias.

Como primeiro passo, saiba que você não é a única pessoa que tem medo. Muitos oradores profissionais afirmam que jamais perderam completamente o nervosismo ao falar em público. Esteja certo de que uma das razões de você sentir medo é simplesmente o fato de não estar acostumado a falar em público.

É importante salientar que é uma missão quase impossível falar sobre um tema que você abomina, desconhece ou acha desinteressante. Esteja certo de que o tema o entusiasma. Se não for este o caso, procure abordá-lo sob um prisma estimulante, que coloque em movimento sua criatividade. Para tanto, mergulhe no tema e tente estabelecer os vínculos que ele tem com a sua própria vivência. Uma boa pesquisa é fundamental. Não poupe tempo ou esforços, obtenha o máximo de dados que conseguir reunir.

A organização da fala também é primordial. Uma vez ordenado os assuntos, cuide para que todas as partes se integrem ao todo e tenha especial atenção para que uma parte conduza a outra de maneira harmoniosa. Toda apresentação tem que ter introdução, desenvolvimento e conclusão, sendo que logo no inicio da fala, temos que transmitir uma imagem positiva, uma aparência adequada, uma atitude madura e equilibrada, pois, a introdução é o momento chave, é aonde você conquista e ganha a confiança do público.

Um outro aspecto importante e que temos que ter consciência é que o processo de comunicação é dividido em verbal e não verbal. E que segundo pesquisas a linguagem não verbal (expressão facial/corporal e a inflexão da voz) equivale a 93% do processo de comunicação e a linguagem verbal (palavras) somente 7%. Por isso, devemos ter muito cuidado com a aparência pessoal, postura e gestos. Pesquisas também revelam que apresentações são mais efetivas quando se utiliza algum recurso visual (retro-projetor, projetor multimídia, etc.), mas nunca devemos se esquecer que o principal é quem fala.

Enfim, desenvolva sua autoconfiança, fale com emoção e aprenda a pensar positivamente, acreditando em si próprio e também no tema que vai expor.

Saber e não fazer, ainda é não saber. Não basta saber é preciso fazer. Aproveite as oportunidades que tiver de falar em público e seja bem entendido.

Por: Anderson Rocha

Anúncios

5 Responses to A ARTE DE FALAR EM PÚBLICO

  1. Ludmila disse:

    Boa noite,estou fazendo faculdade e tenho varios trabalhos para apresentar e sei que minha dificuldade é enorme,por isso gostaria de saber e ter ajuda sobre como faço para melhorar isso e se existe aqui em Vitoria-ES algum espaço reservado para ajuda a essas pessoas….
    muito obrigado!!

  2. EDUARDO SOUZA disse:

    vale salientar que existe um tipo de fobia,que é a fobia social.são pessoas que ñ conseguem falar em público e que por mais que se tente parece q para pessoa é uma tarefa impossível mas que existe um tratamento para isso atraves de remédios.

  3. curso de preparaçao,como falar em publico.

  4. jonas s.souza disse:

    Boa noite. Amigos do instituto Laços de solidariedade.
    E muito gratificante quando encontramos pessoas ou grupos que se solidariza com as dificuldade dos outros. Tenho certeza que esse é o caminho para termos um mundo melhor.

  5. Charles Müller disse:

    Bom dia Neusa e amigos do Instituto Laços de Solidariedade.
    Interessante abordar este importante tema aqui, afinal a expressão verbal é também exercício da cidadania.
    Aproveito para lembrar que a oratória, mais que uma aptidão ou arte é uma técnica que pode ser ensinada e aprendida. Aqui em Joinville, SC, existe uma instituição (desde 1979) que se dedica ao desenvolvimento humano com base na oratória, ministrando palestras sobre “falar em público” e também cursos de “expressão verbal e desinibição”. É o Clube de Oratória e Liderança de Joinville, vide http://www.clubedeoratoria.org.br.
    Solidariamente, Charles Müller.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: