Prêmio Mulher de Negócios – Mulheres Empreendedoras


SEBRAE/SC –   Notícias para MPE’s    Data Inclusão: 02/06/2009 Autor: Agência Sebrae de Notícias

Fonte: Notícias PEGN

Inscrições abertas para Prêmio Mulher de Negócios Mulheres empreendedoras, empresárias e protagonistas de histórias exemplares são o alvo do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. A premiação está na sexta edição e é uma realização do Sebrae em parceria com a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil (BPW) e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). Interessadas em concorrer ao Prêmio Mulher de Negócios 2009 têm até o dia 14 de agosto para inscrever suas histórias, que devem relatar os sonhos que se transformaram em realidade, após muita garra, trabalho, profissionalismo e determinação. Os empreendimentos relacionados com as histórias mais bem avaliadas deverão apresentar documentos que comprovem sua regularidade fiscal e estatutária durante a etapa em que ocorrerá visita da equipe técnica do Sebrae local. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet nos sites SEBRAE ou www.mulherdenegocios.sebrae.com.br.

Também é possível se inscrever por meio do preenchimento de ficha, que acompanha o regulamento, no anexo I, disponível em todas as unidades estaduais do Sebrae. As inscrições realizadas via internet serão aceitas até às 23h59 do dia 14 de agosto; as inscrições feitas em fichas devem ser postadas nos Correios até o dia 14 de agosto. “Com essa premiação, pretendemos reconhecer e demonstrar ao público que essas mulheres, por meio da realização de seus sonhos, conseguem gerar emprego e renda e contribuir com 50% da atividade econômica brasileira, segundo a pesquisa GEM”, afirma Maria del Carmen Stepanenko, gestora do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios no Sebrae Nacional. A valorização do empreendedorismo feminino é um exemplo para que outras mulheres passem a acreditar em seu próprio potencial, segundo a gestora. O número de inscrições vem crescendo a cada edição do Prêmio: 700 mulheres inscritas em 2004; 1,4 mil em 2005; 1,7 mil em 2006; 2.187 em 2007; e 2.667 em 2008. A expectativa é de que o total de inscrições aumente em torno de 10% em relação ao ano passado, segundo Maria del Carmen. O prêmio é divido em duas categorias: ‘Pequenos Negócios’, para proprietárias de empresas de pequeno porte, estabelecidas formalmente, no mínimo, há um ano; e ‘Negócios Coletivos’, para integrantes de grupos de produção formal, que podem ser cooperativas e associações de pequenos negócios produtivos, geradores de trabalho e renda, desde que sejam estabelecidos dentro da formalidade há, pelo menos, um ano. O faturamento anual das empresas das candidatas da primeira categoria não poderá ultrapassar R$ 2,4 milhões, segundo o Estatuto Nacional das Microempresas e das Empresas de Pequeno Porte, mais conhecimento como Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. A restrição na segunda categoria (Negócios Coletivos) é em relação à participação de organizações não-governamentais (ONG), sindicatos, associações filantrópicas e outros, com caráter semelhante, segundo o regulamento da premiação. É vedada a participação de empresas cujas proprietárias ou sócias sejam empregadas ou prestadoras de serviço das entidades promotoras do prêmio. Etapas e troféus Três etapas compõem a premiação: estadual, regional e nacional. Na etapa nacional o número de finalistas pode chegar até o máximo de 20: dez histórias, duas de cada uma das cinco regiões do País, uma na categoria ‘Pequenos Negócios’ e outra em ‘Negócios Coletivos’, serão consideradas as vice ganhadoras nas suas regiões e receberão troféu bronze. As dez histórias mais bem avaliadas (duas de cada região), dividas nas duas categorias, serão as vencedoras nas suas regiões e serão agraciadas com troféu prata. Entre as dez ganhadoras regionais, serão escolhidas as duas melhores histórias, sem considerar a região, uma em cada categoria. As duas vencedoras nacionais ganharão o troféu ouro. As dez ganhadoras regionais também ganharão uma viagem para capacitação em território nacional. Já as duas vencedoras nacionais receberão ainda, como prêmio, uma capacitação em território nacional e uma viagem internacional a um centro de referência em empreendedorismo a ser escolhido pela coordenação do Prêmio Mulher de Negócios.

*Os textos aqui apresentados são extraídos das fontes citadas em cada matéria, cabendo as fontes apresentadas o crédito pelas mesmas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: