Dados de Aids – HIV no Mundo


Dados de aids

HIV no mundo

Mundo tem 33,2 milhões de pessoas com HIV

De acordo com o relatório do UNAIDS, estima-se que existam, atualmente, 33,2 milhões de pessoas com HIV em todo mundo e que ocorreram 2,5 milhões de novas infecções em 2007. O número de pessoas que morreram em decorrência da aids neste ano foi de 2,1 milhões.

Segundo o documento, a África Subsaariana concentra 68% das pessoas infectadas pelo HIV e 76% das mortes por conta da doença. No entanto, em alguns países africanos, como Costa do Marfim, Quênia e Zimbábue, as taxas de prevalência têm caído, mesma tendência observadas em países da Ásia, como Camboja, Mianmar e Tailândia.

Na elaboração do relatório, o UNAIDS adotou nova metodologia, com base na melhoria dos bancos de dados. Para Pedro Chequer, representante do UNAIDS no Brasil, a diferença nos números se deve ao aperfeiçoamento da metodologia e às ações efetivas de enfrentamento da epidemia que vêm sendo desenvolvidas em diversos países.

“Porém, ainda estamos muito distantes do patamar que consideramos adequado do ponto de vista ético e do compromisso político assumido durante a Assembléia Geral da ONU sobre HIV e Aids de 2001”, diz Chequer, ex-diretor do Programa Nacional de DST e Aids. De acordo com o UNAIDS, em 2007, foram investidos US$ 10 bilhões no enfrentamento da epidemia em todo o mundo.

Na América Latina, o relatório afirma que a epidemia permanece estável. Em 2007, o número estimado de novas infecções na região foi de 100 mil; e o de mortes, de 58 mil. Atualmente, estima-se que 1,6 milhão de pessoas vivam com aids na América Latina.

Segundo o documento, o Brasil tem um terço das pessoas que vivem com HIV na América Latina. No país, destacam-se a diminuição da prevalência em usuários de drogas injetáveis (UDI), relacionada aos programadas de redução de danos; e o aumento em mulheres, cuja infecção é atribuída principalmente ao comportamento sexual de seus parceiros.

O documento também indica aumento de 150% no número de pessoas infectadas na Europa Oriental e Ásia Central: passou de 630 mil, em 2001, para 1,6 milhão, em 2007. Noventa por cento das pessoas com HIV no Leste Europeu vivem na Ucrânia e na Rússia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: